[ APENAS SE VOCÊ QUER REDUZIR O IMPOSTO QUE SUA EMPRESA PAGA ]

Um Procedimento Simples Pode Ajudar a Sua Empresa a Pagar Menos Impostos.
Porém temos apenas 5 vagas.

Se Você Precisa Saber REALMENTE como gastar menos com impostos, clique e fale conosco

Sim! Eu Quero Saber Mais

Todo mundo sabe que uma das principais barreiras para ser empreendedor no Brasil é a burocracia para a abertura de uma empresa. Somando-se a isso temos uma complicada estrutura de impostos e de enquadramento de atividades para que empresas possam utilizar os benefícios do simples nacional.

Separamos aqui uma história real, e que infelizmente é muitíssimo comum ainda nos dias de hoje: enquadramento desnecessário de Micro Empresa em modelo de pagamento de imposto com carga superior ao que poderia ser.

Durante muitos anos, Rogério nutria um forte desejo de empreender, de abrir a própria empresa e deixar de ser apenas um CPF, um funcionário. Buscava ideias e oportunidades para que fossem maiores do que o medo de vencer tamanha burocracia e carga tributária que assustam qualquer futuro empreendedor.

Surgiu a oportunidade e, orientado pelo contador da empresa, deu os primeiros passos para deixar de ser apenas CPF para também ser CNPJ  e começa a emitir nota fiscal prestando serviços de marketing e comunicação.

Indicou as atividades que desejava realizar, de acordo com uma tabela indicada pelo contador. Depois de uma semana, foi orientado a abrir a empresa como Lucro Presumido, fez o que tinha que ser feito na época e em pouco tempo estava atendendo clientes - outras empresas - dentro da lei, emitindo nota fiscal e pagando seus impostos, com uma carga tributária total de R$ 13,8%, que mais tarde, com o aumento do faturamento, chegou a aproximadamente 18%, dependendo do tipo de atividade indicada na nota, até 24% em alguns meses.

Aproximadamente, 8 anos se passaram e alguns contadores depois, foi orientado a realizar alguns ajustes na descrição de seus serviços, realizando as devidas alterações em seu Contrato Social, que o possibilitaram se enquadrar no Simples Nacional, pagando hoje em dia algo em torno de 6% do valor emitido em nota.

Detalhe: desde o início das atividades como CNPJ poderia ter sido enquadrado no Simples Nacional.

Imagine o seguinte, 8 anos pagando de 2 vezes a até 4 vezes mais impostos do que realmente era necessário por causa de um desconhecimento técnico.

Considere a hipótese de um faturamento médio de R$ 100.000 por ano. Isso gera no mínimo um pagamento total por ano de R$ 13.800 em impostos.

Com uma correção técnica, Rogério poderia ter economizado cerca de R$ 7.800 por ano, em imposto que não precisava ter pago. É uma bela viagem de final de ano não é mesmo?!

Por isso, uma das principais decisões que um empreendedor precisa tomar no início de suas atividades ou até mesmo, verificar anualmente como pode reduzir sua carga tributária, é em muitas situações a diferença entre manter a empresa aberta ou falir.

Você é nosso convidado para saber mais sobre Se A Sua Carga Tributária Pode Ser Reduzida ou Não e Como Você Pode Fazer Isso!

Sim! Eu Quero Saber Mais